Álcool ou gasolina: qual é a melhor escolha para seu carro?

Na hora de escolher por um carro a álcool ou gasolina (ou até mesmo um modelo flex), muitos motoristas ficam na dúvida sobre os benefícios de cada escolha. Neste artigo, exploramos os pontos fortes e fracos de cada tipo de combustível.

Até o final do artigo, confira as seguintes informações:

  • Benefícios dos carros a álcool
  • Benefícios dos carros a gasolina
  • Carro a álcool ou gasolina, qual escolher?
  • Dica de ouro: calcule o seu gasto no álcool ou gasolina
  • A Automax Fiat te ajuda a conquistar o carro dos seus sonhos!

 

Benefícios dos carros a álcool

O uso de etanol como combustível nos carros passou por diversas fases. Motoristas mais jovens podem não lembrar, mas, no começo, carros a álcool enfrentaram diversas represálias e repulsa por parte dos motoristas.

Uma das razões principais para isso era o menor rendimento por quilômetro por litro e a dificuldade (hoje eternizada quase como um mito) de ligar os veículos nas manhãs de tempo frio, visto que o combustível não queimava com facilidade.

Hoje, sistemas mais modernos e a necessidade de alternativas para a gasolina impulsionaram novamente os carros com etanol, mas sempre dentro de modelos flex que podem atuar também com a gasolina.

O primeiro carro que apresentou o modelo flex em território nacional foi o Gol, que aposentou concorrentes da Fiat e da própria Volkswagen que funcionavam apenas a álcool até o começo dos anos 2000.

Uma curiosidade é que o Brasil é o único país em que os veículos conseguem rodar com o E100, o álcool puro.

 

O uso de carros flex no Brasil e seus benefícios

Os carros que funcionam a álcool e gasolina conseguem trabalhar bem em todas as situações. Com a alta dos combustíveis, por exemplo, pode ser mais vantajoso utilizar o álcool, que tem valores de mercado normalmente pareados a 70% do valor da gasolina.

Agora, para momentos que exigem maior potência ou rendimento em quilômetro por litro, abastecer com gasolina pode ser uma boa escolha.

Modelos mais novos ignoram a diferença entre os dois tipos de combustíveis graças ao uso da sonda lambda e permitem que você mantenha qualquer proporção de álcool e gasolina no tanque. Ou seja, se colocar 5l de álcool e depois mais 10l, de gasolina, não há problema, e o inverso também é verdadeiro.

 

Benefícios dos carros a gasolina

Os carros a gasolina apresentam melhor potência e rendimento no abastecimento, mas o combustível é mais caro.

Outro detalhe é que também são mais baratos que carros flex ou carros a diesel, não só na compra, mas também na revenda.

Contudo, automóveis mais recentes e tecnológicos apresentam motores mais inteligentes e com melhor rendimento, o que reduz, por exemplo, a diferença em relação aos motores a diesel. As injeções diretas, turbinas e uso de equipamento de ponta impulsionam esse diferencial.

No caso do comparativo em relação aos modelos flex e ao consumo de etanol, a diferença também tem caído com o tempo.

Novamente, o melhor rendimento da gasolina no motor reduz o benefício financeiro do abastecimento com o etanol, que passa a ser mais barato só na teoria.

 

Carro a álcool ou gasolina, qual escolher?

A principal escolha entre um carro a álcool ou gasolina depende do estilo de direção e rotina de cada condutor.

A principal escolha entre um carro a álcool ou gasolina depende do estilo de direção e rotina de cada condutor.

Então, vamos ao que interessa. Um modelo flex, para usar etanol, ou um modelo a gasolina? A resposta é: depende da sua necessidade.

Quem mora em cidades mais frias, por exemplo, ainda pode ter problemas com os carros a álcool nas manhãs (em especial modelos antigos).

O cálculo percentual de gasto de combustível, a famosa regra dos 70%, também é um parâmetro útil na hora de avaliar a escolha de um modelo flex ou a gasolina.

Além disso, os modelos flex também têm tido avanços em seus motores e, hoje, é possível ter benefícios no uso de álcool mesmo com o valor sendo apenas 25% menor.

A maioria dos motoristas só vai comparar as vantagens de uso do álcool ou da gasolina na hora de usar um carro flex, porque a escolha de um flex ou gasolina vai envolver mais fatores do que apenas o tipo de combustível usado.

É claro que, em cenários de baixa no preço dos combustíveis, a gasolina continua sendo líder.

Afinal, ela rende mais, leva mais potência ao motor e tem um preço de compra menor. Mas com a alta no valor de abastecimento, os carros flex podem sair na frente.

 

Outros pontos relevantes para sua decisão incluem:

  • Potência do motor: um carro 1.0 vai ser mais econômico que um modelo 1.6, seja para álcool ou gasolina. Saiba qual o rendimento médio de cada versão;
  • Uso médio do veículo por dia. Exploraremos essa dica mais abaixo, mas saber quanto você vai gastar de combustível por dia ajuda a calcular seu gasto mensal e avaliar o benefício;
  • Carga e usos incomuns. Quem usa um Fiat Strada para trabalhar, por exemplo, vai ter um consumo maior graças ao esforço extra do motor. Quem viaja muito também tem outro cálculo a fazer com combustível, até porque o carro rende mais nesse cenário;
  • Faça sua manutenção. A troca de óleo, velas e revisões constantes mantém o rendimento de combustível mais alto. Independentemente da escolha ser álcool ou gasolina.

 

Dica de ouro: calcule o seu gasto no álcool ou gasolina

Acima de tudo, o planejamento financeiro é fundamental para manter seus gastos de combustível sob controle. É impossível fazer uma estimativa exata de quanto será gasto para rodar por semana ou por mês, mas você pode se aproximar do resultado real com algumas dicas.

Em primeiro lugar, descubra qual a distância percorrida entre sua casa e o local de trabalho, se esse for o trajeto principal realizado.

Neste exemplo, vamos imaginar que essa distância seja de 15 quilômetros, e o seu carro é um Fiat Argo Flex novinho (até porque, nesse caso, podemos comparar o uso de etanol e gasolina com um único motor).

O consumo médio do Argo Drive 1.3 flex é de 9,1 km/l no etanol e 13,1 km/l com a gasolina. Assim, serão gastos 3l de álcool por dia para fazer o trajeto de ida e volta contra 2,3l de gasolina.

Em um cenário em que o etanol esteja custando R$5,00 e a gasolina R$8, o custo do trajeto a álcool é de R$15,00 contra R$18,40. Ou seja, nesse caso, vale mais a pena abastecer com etanol para ir ao trabalho.

Claro que essa média não inclui outros destinos, desvios e engarrafamentos pelo caminho. Mas, seguindo essa lógica, fica mais fácil entender os benefícios de cada combustível.

– Leia também: Cálculo de consumo de combustível: como fazer?

 

Cada combustível tem o seu momento certo

Essa não é uma regra, mas você pode pensar que: o etanol é melhor para uso dentro da cidade, já que o valor mais baixo compensa o menor rendimento por litro.

Enquanto isso, a gasolina é mais vantajosa na estrada, já que o rendimento desse combustível por quilometragem é mais alto e nas estradas é possível tirar ainda mais proveito disso.

– Leia também: Buscando carros econômicos? Conheça 3 modelos de destaque da Fiat! 

 

A Automax Fiat te ajuda a conquistar o carro dos seus sonhos!

Por fim, anote suas preferências de tamanho, estilo de direção, design, potência e avalie entre os tipos de carros quais aqueles que atendem aos seus critérios.

Converse com um de nossos especialistas pelo WhatsApp e descubra entre nossos veículos novos e seminovos aquele que mais combina com você.

Automax Fiat é uma das concessionárias Fiat de maior tradição do Brasil, destacando-se pela inovação, excelência de atendimento e busca constante na qualidade interna e externa. Conte com a gente!

 

 

banner blog da automax