Freio de mão: quais os tipos existentes e suas vantagens

O freio de mão é um componente essencial de qualquer veículo e desempenha um papel crucial na segurança dos passageiros e no estacionamento, reduzindo completamente a velocidade do automóvel.

No mercado, existem diferentes tipos de freio de mão disponíveis, cada um com características distintas — e, neste artigo, você vai conferir os modelos mais comuns, destacando suas vantagens e considerações ao escolher o mais adequado.

Continue a leitura e fique por dentro do assunto!


O que é o freio de mão?

Antes mesmo de nos aprofundarmos nos tipos específicos, é fundamental entender a função do freio de mão em um veículo. Vamos lá?

Também conhecido como freio de estacionamento ou freio de emergência, o equipamento trata-se de um mecanismo que impede o movimento do veículo quando este está parado, seja em uma inclinação ou plano.

De forma geral, o freio de mão é crucial para garantir a estabilidade do automóvel durante longos períodos de estacionamento.

Além disso, o equipamento também pode ser utilizado em situações de emergência, como quando os freios normais do veículo falham. Contudo, é importante ressaltar que tal ação deve ser completada apenas em último caso, e não como uma forma de frenagem regular do automóvel.


Tipos de freio de mão

Como citamos anteriormente, existem alguns tipos de freios de mão no mercado, cada um com suas características e aplicabilidades específicas.

Nos tópicos abaixo, listamos os principais e suas vantagens e desvantagens. Acompanhe!

1. Mecânico

O freio de mão mecânico é o tipo mais tradicional, operado por cabos de aço conectados a alavancas na parte traseira das rodas.

Em resumo, este sistema utiliza o princípio da alavanca para aplicar pressão nas pastilhas de freio traseiras, impedindo o movimento das rodas. Sua simplicidade é uma grande vantagem, tornando-o robusto e fácil de manter.

Por outro lado, o equipamento pode apresentar falhas caso o cabo esteja danificado ou o sistema de freio traseiro apresente problemas.

2. Hidráulico

Outra variante é o freio de mão hidráulico, mais moderno e muito comum em veículos de alto desempenho ou maiores, como ônibus e caminhões, por exemplo.

Este equipamento utiliza o fluido hidráulico para transmitir a força do acionamento até as pastilhas de freio, sendo conhecido por oferecer uma resposta mais rápida e eficaz.

A manutenção pode ser um pouco mais complexa, mas a eficiência compensa para muitos motoristas.

3. Elétrico

Por fim, o freio de mão elétrico é o terceiro tipo mais comum no mercado, também conhecido como EPB, sigla em inglês para Electric Parking Brake.

O modelo tem ganhado popularidade, especialmente em veículos modernos, por utilizar um motor elétrico para aplicar a força nas pastilhas de freio..

Definitivamente, a sua principal vantagem é a automação — em alguns modelos, o freio de mão é acionado automaticamente quando o veículo está desligado.

Além disso, alguns sistemas elétricos oferecem a opção de liberar automaticamente ao acelerar.

Leia também: Mecânica automotiva: saiba o básico e conheça melhor o seu carro



Qual é o melhor freio de mão?

A escolha entre os tipos de freio de mão depende, primeiramente, das preferências individuais do motorista, do uso do veículo e das necessidades específicas.

O freio de mão mecânico, por exemplo, é confiável e de fácil manutenção, ideal para quem busca a simplicidade. O hidráulico, por outro lado, é preferido por entusiastas de alto desempenho devido à sua resposta rápida. Enquanto isso, o elétrico é a escolha moderna, especialmente para aqueles que valorizam a automação e a conveniência.

Independentemente da sua escolha, lembre-se que  garantir a manutenção adequada é fundamental para garantir o desempenho contínuo e a segurança do veículo.

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato com os nossos consultores de venda para entender a melhor opção para você.


,


Se este artigo foi útil para você, talvez você também irá se interessar por: