Financiamento de veículos: o que é, como funciona e principais tipos

Os automóveis são muito mais do que um item de luxo, eles aliam a independência do transporte público com a facilidade de locomoção a qualquer momento. Nesse contexto, o financiamento de veículos se tornou a ponte para a realização desse sonho.

Apesar de facilitar o acesso a um veículo, seja ele novo ou usado, as pessoas temem o assunto devido a toda burocracia envolvida.

Por isso, preparamos este artigo para sanar as principais dúvidas sobre financiamento de veículos. Vamos abordar os seguintes pontos:

  • O que é o financiamento de veículos?
  • Principais tipos de financiamento veicular

Acompanhe com a gente! 

O que é o financiamento de veículos?

O financiamento é popular no mercado nacional, justamente pela sua flexibilidade na quitação dos mais variados bens e serviços. 

Contudo, antes de embarcar em um negócio, vale a pena conhecer esse formato de aquisição.

Em suma, o financiamento é um empréstimo de valor, por bancos ou agências de crédito, usado para conquistar o carro zero na garagem, o sonho da casa própria ou realizar alguns serviços.

Por isso, é uma modalidade que exige planejamento, já que toda operação de tomada de crédito implica em alguma taxa de juros.

Nesse contexto, vamos entender melhor sobre os principais tipos de financiamento de veículos.

Principais tipos de financiamento veicular 

 

Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

Além de ser uma das modalidades mais tradicionais e conhecidas no mercado, o Crédito Direto ao Consumidor (CDC) é uma excelente opção para financiar seu carro.

De forma geral, o comprador solicita um empréstimo (ou financiamento) para um banco ou uma instituição financeira, que concede o crédito equivalente ao valor do automóvel e divide em parcelas iguais, acrescidas de uma taxa de juros.

Além disso, é importante citar que, enquanto o contrato estiver ativo e o valor do financiamento não for quitado, o carro fica como garantia. Isso é conhecido no mercado como alienado à instituição.

Em outras palavras, você terá a posse do carro, mas até que o financiamento seja totalmente pago, ele é da instituição credora do crédito. 

Ou seja, você não poderá fazer nenhum tipo de negociação com o veículo até que a sua dívida seja quitada.

Leasing

Na modalidade de financiamento conhecida como Leasing, o comprador paga um aluguel mensal para a empresa responsável e o veículo fica no nome dela durante esse processo.

Logo, quando todos os pagamentos tiverem sido concluídos, a posse do carro é passada para o nome do comprador sem qualquer custo adicional. 

Assim como no CDC, você consegue fazer a negociação diretamente com a empresa especializada no leasing. As taxas de juros também são fixas e são definidas no momento da assinatura do contrato.

Consórcio

Em um consórcio, um grupo de pessoas interessadas em adquirir um bem paga valores mensais para a administradora do consórcio. 

Desse modo, mensalmente, a empresa realiza sorteios com o objetivo de contemplar um cliente com a carta de crédito.

Um dos diferenciais que torna o consórcio tão atraente é o fato de não serem cobradas as taxas de juros sobre o valor. 

No entanto, nos outros dois tipos de financiamento, o valor das parcelas é fixo, com base em uma taxa de juros pré-definida. Já no consórcio, pode haver variações ao longo do contrato, já que o reajuste é feito com base no valor do carro registrado na tabela Fipe.

Por falar nisso, ele é uma boa opção somente se você não tem pressa para estar com o carro na garagem. Pode ser que você tenha o seu número contemplado tanto na primeira parcela quanto na última.

Precisa de ajuda com o financiamento de veículos? Conte com a Automax!

Viu só como é vantajoso financiar um carro? Estude bem as suas necessidades e conte com a Automax para conquistar o FIAT dos seus sonhos! 

Com atendimento de excelência e serviços reconhecidos pela sua extrema qualidade, nossa equipe está à disposição para te ajudar. Converse com um de nossos especialistas pelo WhatsApp!

Ajuda? Chat via WhatsApp